Anuncie no Jornal Folha do Centro - Ligue já para: 2242-9344 / 3806-6368 Edição N° 127 - Abril de 2007.
COLUNAS
NOTICIAS
FOTOS
SERVIÇOS
PREVISÃO DO TEMPO
  FALA DOUTOR  

Na Páscoa é comum as crianças terem intoxicação alimentar por causa do excesso de chocolate. Conversamos com a médica Ana Carolina Guedes Moreira, Clínica Geral, para saber quais os sintomas desta doença e o que fazer para socorrer  aqueles que abusarem do chocolate nessa Páscoa.

Folha do Centro: Qual o principal problema que você atende na Páscoa?

Ana Carolina: Intoxicação alimentar por ingestão excessiva de chocolate. O maior problema na verdade é o corante dos chocolates em pacientes alérgicos. Em pediatria o número de pacientes chega a aumentar cerca de 36%, porém não temos muitos casos em adultos.

FC - O Chocolate sozinho então não produz intoxicação?

AC -O Estado do Rio não teve até hoje um caso registrado de edema de glote (fechamento da glote) só por causa da ingestão excessiva do chocolate puro, e sim com corante.

FC - O que um produto precisa para produzir intoxicação alimentar?

AC -Para produzir intoxicação alimentar o produto tem que ter algum problema: bactérias, fungos, ou produtos fora da validade. O abuso de chocolate pode gerar, no máximo, uma gastrointerite aguda (diarréia).

FC - Quais os sintomas de intoxicação?

AC - Dor abdominal, urticária, mácula (manchas pelo corpo). O paciente pode ter febre; e nos casos mais avançados um edema de glote. No caso da intoxicação, por excesso de chocolate, também pode provocar dor de cabeça por causa da cafeína, além de náuseas e vômito.

FC - O que se deve fazer ao se observar estes sintomas?

AC - Em primeiro lugar suspender a ingestão de chocolate e procurar auxílio médico imediatamente.

serviço

Ana Carolina Guedes Moreira atende na Clínica Nortecor, na Rua Adolfo Bergamini, 206

 

 
CAPA
EDIÇÕES ANTERIORES
www.jornalfolhadocentro.com.br
Admin
© 2007- FOLHA DO CENTRO - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por DMS
 
 
..